quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Recepção na Assembleia Legislativa do Ceará

Hoje na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, professores, pais e alunos foram recebidos pelos policiais do batalhão de Choque da PM cearense. O trepidar do chão que tremia diante das botas de cadarços vermelhos e ambiente que tensionava ao som dos cacetetes que batiam nos escudos de acrílico só não suplantavam o desejo dos manifestantes que ocuparam as galerias e o hall de acesso ao plenário. O medo chegou até os ossos. Mas de lá não passou. Nenhum medo hoje conseguiu chegar a alma. Homens e mulheres defenderam-se hoje atrás de adesivos apenas. O professores pregaram nas roupas pequenos discos vermelhos que diziam o porquê de nossa ida naquele lugar. No lugar de armas, canetas e os pincéis guardados na bolsa, diante do desejo de retorno à escola. Coisa que só vai acontecer quando a profissão e os profissionais forem reconhecidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário