quarta-feira, 31 de agosto de 2011

A língua dos Ferreira Gomes

Não podemos duvidar da incrível capacidade dos Ferreira Gomes em debochar, insultar e desrespeitar classes, categorias, minorias e profissionais de todas as áreas de atuação do serviço público. Em 2000, quando era Governador, Ciro Gomes debochou dos médicos que na ocasião encontravam-se em greve. Para ele, os profissionais eram como o "sal: branco, barato que se acha em qualquer bodega. Agora, Cid achincalhou os professores com suas declarações. O governador afirmou que, por ele, carreira para professor nem existiria e que os profissionais da educação deviam trabalhar por amor. Como indaga o professor , seria a língua maior que o cérebro, mal de família? Os pais destes jovens políticos, na condição de professores, como são, talvez não mereçam tal estigma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário